• Poloni.Trade

Principais diferenças entre DAG e Blockchain

A tecnologia de Blockchain, criada em 2008, se tornou famosa através da Bitcoin e têm sido utilizada em diversos outros setores por causa da transparência e segurança que oferece. Entretanto, esta tecnologia encontra algumas limitações em sua escalablidade. Para tentar solucionar este problema, diversas soluções têm sido criadas, entre elas a DAG.

Continue a leitura e descubra mais sobre as tecnologias e quais suas principais diferenças.


Características do Blockchain


A tecnologia Blockchain é um livro razão público que faz o registro de uma transação de criptomoedas, de forma que esse registro seja confiável e imutável.

Uma das principais características da Blockchain é a construção dos blocos de transações uns sobre os outros, formando o que nomeia esta tecnologia: uma cadeia de blocos, na qual cada bloco produz um hash exclusivo que identifica as transações.

Tendo um hash único por bloco, caso haja tentativa de alteração das informações da transação, um novo hash será gerado e a fraude será identificada. Além disso, a publicação das transações no livro razão público também impede a ocorrência de fraudes.


O que é o DAG?


Os Directed Acyclic Graph (Gráficos Acíclicos Direcionados) ou, para encurtar DAG, são uma tecnologia de contabilidade distribuída baseado em consenso.

No DAG o processamento de uma nova transação demanda a confirmação de no mínimo duas transações anteriores antes de ser oficialmente registrada na rede. Além disso, as transações no DAG são individuais e conectadas diretamente umas às outras, eliminando o agrupamento em blocos e a necessidade de mineradores.

O DAG portanto, possui uma estrutura de dados similar a um fluxograma, em que todos os nós estão direcionados a uma orientação em comum e nenhum nó dentro do DAG pode ser seu próprio “nó mãe”, pois, como o próprio nome designa, se trata de um gráfico acíclico.


Principais diferenças


A diferença mais notável entre o Blockchain e o DAG está na sua estrutura. O Blockchain é distribuído de forma linear, em uma cadeia de blocos, a qual é adicionada a uma cadeia de blocos anterior para a validação do agrupamento de transações. Já o DAG não possui blocos e as transações são individuais e se vinculam a várias outras, ramificando-se como os galhos de uma árvore.

Os mecanismos de consenso também diferem bastante de uma tecnologia para a outra. Como no DAG as transações e nós estão imediatamente conectados entre si, as transações fornecem validação umas às outras e os próprios usuários as realizam, eliminando a necessidade de taxas. Já no Blockchain, as transações são validadas através da realização da proof-of-work pelos mineradores da rede, que ganham como recompensa uma taxa cobrada sobre a transação.

Os fatores acima também contribuem para que o DAG supere o Blockchain em termos de escalabilidade e possibilitam menor consumo de energia, pois o DAG necessita de apenas duas verificações e não há a realização de proof-of-work para validá-las. Além disso, este método também elimina a necessidade de mineradores e torna o processo de transação livre de taxas ou com taxas muito baixas.

Outra diferença é a velocidade das transações. O Blockchain possibilita para o Bitcoin a realização de 4 a 7 transações por segundo. Já o DAG possibilita processar milhares de transações por segundo, facilitando o processamento de microtransações de valores baixos, por exemplo.

Porém, isto revela outra diferença bastante importante entre ambos que diz respeito à descentralização e segurança. O Blockchain, como se sabe, é verdadeiramente descentralizado e à prova de fraudes devido aos seus mecanismos de consenso e à própria estrutura de cadeia de blocos que possui. Já o DAG é mais vulnerável a ataques em caso de haver redução no volume de transações, por isso, possui alguns recursos centralizados como por exemplo coordenadores ou validadores pré-selecionados, o que implica que os DAGs não são verdadeiramente descentralizados.


Pode-se perceber que embora funcionem para o mesmo propósito, registrar transações de forma a evitar fraudes, a DAG apresenta diferenças notáveis no que compete à velocidade, processo de consenso e à descentralização, além é claro, da diferença estrutural de ambas as tecnologias. Entretanto, a Blockchain ainda é a tecnologia mais adotada, não apenas para criptomoedas, mas também diversas outras áreas.


Confira nosso comparativo entre Blockchain e Hashgraph.


Acompanhe nosso blog e descubra mais sobre os principais conceitos e novidades do mundo dos criptoativos.

2 visualizações

© 2019 por Poloni.Trade