• Poloni.Trade

O Que é a Lightning Network da Bitcoin

A Bitcoin é a criptomoeda mais famosa de todas e também, a mais segura. No entanto, sua capacidade de processamento de sua blockchain permite apenas que 2 a 7 transações sejam processadas por segundo, um número muito baixo considerando-se o crescente número de usuários que passaram a utilizar e transacionar Bitcoin, em especial a partir do ano de 2017, quando os problemas de escalabilidade se tornaram mais visíveis.

A partir de então, muitos usuários e fãs da plataforma passaram a buscar formas de solucionar esse problema chegando enfim à Lightning Network.


Entenda mais sobre essa poderosa solução de escalabilidade para criptomoedas.


O que é a Lightning Network do Bitcoin


O conceito da Lightning Network foi criado por Joseph Poon e Thaddeus Dryja em 2015. O objetivo do projeto de Poon e Dryja é o desenvolvimento de um protocolo de pagamento que possa ser utilizado como uma função off-chain operando em nível peer-to-peer para os problemas de escalabilidade da Bitcoin.

Mas o que isso significa? Basicamente, a ideia da Lightning Network é criar canais de pagamento bidirecionais (de pessoa para pessoa) que são registrados em uma rede de transferência paralela à blockchain da Bitcoin, pelos quais as pessoas envolvidas na transação podem realizar micropagamentos em BTC.


Como funciona a Lightning Network?


Quando duas pessoas decidem criar um canal de pagamento para transferência de fundos de uma wallet a outra, é necessário que criem uma wallet multisig e adicionem fundos nela. Essas wallets, só realizam a transação se as chaves privadas de todos os participantes forem fornecidas e a transação off-chain é executada através de contratos inteligentes.

Uma vez que o canal de pagamento é aberto, a cada transação realizada os envolvidos atualizam suas cópias dos extratos (balance sheet), os quais registram continuamente a quantidade de criptomoedas que cada usuário do canal possui. Quando os pagamentos forem realizados e o canal for fechado, o extrato final é registrado no blockchain da Bitcoin e o contrato inteligente da Lightning Network realiza a distribuição das Bitcoins para cada usuário envolvido na transação, de acordo com a última versão do extrato por eles assinado.

Algo interessante sobre a Lightning Network e o fato de que as transações podem ser roteadas através da rede, ou seja, para pagar determinado usuário, não é necessário que o canal de pagamentos seja aberto entre ele e quem o irá pagar. A transação será realizada contanto que eles possuam canais abertos com pessoas em comum, pois o sistema encontrará a rota mais curta para que a transação ocorra.


Vantagens da Lightning Network


Podemos citar como vantagens de se utilizar a Lightning Network da Bitcoin:


  • Velocidade: uma vez que a rede esteja ativa, as transações serão tranquilamente realizadas de forma quase instantânea, independentemente da ocupação da rede.

  • Taxas: as transações acontecem nos canais da Lightning Network,por tanto, as taxas pagas para realizá-las dessa forma serão menores que as taxas de transações normais. Essa é uma forma de realizar pagamentos em lojas, restaurantes, entre outros, utilizando Bitcoin.

  • Escalabilidade: estima-se que a Lightning Network pode elevar o processamento de transações da Bitcoin a cerca de 1 milhão de transações por segundo.

  • Trocas atômicas: contanto que as duas cadeias de blocos ligadas pelo canal compartilhem a mesma função de hash, os usuários poderão enviar dinheiro de uma cadeia para outra sem precisar de um intermediário.

  • Segurança e anonimato: como a maioria das transações da Lightning Network, ocorre em paralelo ao blockchain principal da Bitcoin, se torna praticamente impossível rastrear os pagamentos realizados pelos canais da Lightning.

Desvantagens da Lightning Network


Entre as razões desfavoráveis à Lightning Network podemos citar:


  • Não está totalmente operacional: no momento, a principal desvantagem da Lightning Network é o fato de que ela ainda não está totalmente operacional, sendo um cenário de incerteza sobre se ela funcionará tal como seu whitepaper prevê.

  • Complexidade de canais: a ideia da Lightning Network é ser uma rede de canais que, a partir do momento em que são estabelecidos, permitam transações ininterruptas. Entretanto, se o pagamento for enviado por uma rota muito complexa as taxas podem aumentar, pois será necessário que a rede utilize muitos canais intermediários para realizar a transação.

  • Limites de canal: na atual versão da rede, os canais são limitados. Isso significa que a quantidade de Bitcoins armazenada na wallet multisig dos usuários no momento do estabelecimento do canal é o limite de fundos aceito por aquele canal.


Agora que a Lightning Network é um conceito mais claro para você, conheça mais sobre a função hash, que permite a realização de transações através do blockchain das criptomoedas.


Acompanhe nosso blog e descubra mais sobre os principais conceitos e novidades do mundo dos criptoativos.

0 visualização

© 2019 por Poloni.Trade