• Poloni.Trade

InformCoins - principais notícias no universo dos criptoativos | 27/10/2019 a 02/11/2019

Whitepaper do Bitcoin completa 11 anos


Em 2008, Satoshi Nakamoto enviou à uma lista de e-mail da comunidade Cypherpunk o whitepaper "Bitcoin: A Peer-to-Peer Electronic Cash System" descrevendo um revolucionário protocolo peer-to-peer descentralizado e à prova de fraudes para rastrear transações digitais e impedir o gasto duplo. No dia 31 de outubro de 2019 este documento completou 11 anos de existência.

“Estou trabalhando em um novo sistema de dinheiro eletrônico que é totalmente ponto a ponto, sem a intermediação de terceiros confiáveis” - escreveu Satoshi Nakamoto no e-mail enviado em 31 de outubro de 2008.

O whitepaper que ressignificou as transações monetárias digitais propunha um sistema de criptografia baseado em algoritmos de proof-of-work para a mineração das moedas, as quais seriam geradas em número limitado, sendo o primeiro bem digital escasso. Além disso, as transações seriam verificadas pelos nós da rede e se baseariam no consenso e confiança entre os usuários, responsáveis por validá-las e registrá-las no Blockchain, eliminando assim a necessidade de intermediários burocráticos para regulamentação.

Valendo hoje US$ 9.120,00, o primeiro valor registrado de negociação de Bitcoins, negociado através do extinto bitcoinmarket.com em 17 de março de 2010 foi de US$ 0,003 segundo informações do site Cointelegraph.

Desde 2008, o Bitcoin vem transformando a economia a nível global, sendo responsável não apenas por criar um novo sistema de pagamentos símbolo da nova economia digital, mas também quebrando recordes de preço, motivando empresas a remodelar seus negócios e gerando novos empregos, tal como o de minerador de Bitcoins.


Fontes:

Cointelegraph

Cointimes

Money Times

Critptofácil

Guia do Bitcoin

Decrypt


Primeiro bebê registrado com Blockchain é brasileiro


Em 30 de outubro de 2019, a gigante IBM anunciou o primeiro registro em cartório de um recém-nascido por meio de tecnologia blockchain. O bebê nasceu no Rio de Janeiro, em 8 de julho e foi o estreante de um projeto piloto que durou três dias.

O projeto é resultado de uma parceria entre a IBM, a rede Notary Ledgers da Growth Tech, empresa especializada em serviços cartoriais digitais, o 5º Registro Civil de Pessoas Naturais da Cidade do Rio de Janeiro e a Casa de Saúde São José.

“Embora algumas maternidades já possuam unidades de cartório, a emissão não é algo simples. Em muitas, o pai precisa enfrentar filas que chegam a durar quatro horas, principalmente em hospitais públicos, com grandes números de nascimentos por dia”, diz Hugo Pierre, CEO e fundador da Growth Tech, ao site CIO.

O registro funciona da seguinte maneira: no momento do nascimento, um dos membros da equipe de parto faz uma declaração de nascido vivo no sistema da Growth Tech, em seguida, o responsável pelo registro da criança cria uma identidade digital, validando os dados pessoais junto ao órgão oficial de registro. Por segurança e para evitar fraudes, é aplicado um sistema de reconhecimento facial e biométrico. Por fim as informações entram para a plataforma do cartório, o qual gera a certidão de nascimento em até 15 minutos.

A ideia por trás do projeto é que esse sistema de registros se torne uma plataforma de realização de serviços de cartório virtual cujas transações sejam validadas e registradas em Blockchain formada pela integração entre vários cartórios do país.


Fontes:

CIO

Cointelegraph

Guia do Bitcoin

Canaltech

Olhar Digital


Samsung lança suporte à criptomoeda TRON em seus smartphones


A gigante sul-coreana Samsung adicionou em sua linha Galaxy suporte à criptomoeda TRON, a qual é voltada para a indústria de jogos online. O suporte ocorre por meio do SDK do Samsung Blockchain Keystore e na prática significa que donos de Galaxys poderão armazenar a moeda nesses dispositivos e utilizá-la dentro de aplicativos.

Com isso, a TRON se torna a quarta criptomoeda disponível no Blockchain Keystore, juntamente com Bitcoin, Ethereum e Klaytn.

O Samsung Blockchain Keystore, é uma forma disponibilizada para que os consumidores gerenciem suas chaves privadas, armazenem ativos digitais e tokens relacionados e realizem transações de criptomoeda com segurança. Os telefones Galaxy, em específico, são fabricados com uma wallet hardware para manter as moedas seguras e possibilitar interação com o Keystore.

Para a TRON, a parceria é um grande marco, tendo afetado o preço com alta de 7 pontos percentuais no dia 29/10/19. Esta foi a segunda grande integração do Tron em outubro, juntamente com o navegador Opera que adicionou suporte para a criptomoeda há uma semana.


Fontes:

Decrypt - Notícia 1

Decrypt - Notícia 2

Cointelegraph

Guia do Bitcoin


BitMEX tem seus dados vazados


A BitMEX, uma das maiores corretoras de Bitcoin do mundo alertou no dia 01/11/2019 sobre um grave erro em sua plataforma que culminou no vazamento de dados de seus usuários.

Uma falha na privacidade da plataforma da BitMEX foi detectada, fazendo que um grande número de clientes recebessem um e-mail indevido.

O e-mail em questão foi enviado para diversos clientes da corretora, com os endereços de e-mail não inseridos no campo “CCO”, ou seja, com cópia oculta, revelando aos destinatários o endereço de e-mail de outros usuários da plataforma.

Pouco depois do incidente, a conta da empresa no Twitter foi hackeada, sendo brevemente recuperada pela empresa. Outro agravante foi que mesmo com a recuperação da conta, um novo usuário passou a vazar IDs e e-mails de usuários individuais.

Em nota a BitMEX afirma que lamenta o ocorrido e preza pela privacidade dos usuários. Segundo a empresa, o caso está sendo apurado e os clientes afetados pelos vazamentos serão contatados. O grande problema, no entanto está no fato de que a senha de diversos desses e-mails foram encontradas por hackers em bancos de dados contendo senhas vazadas na web.

Para clientes que tiveram seu e-mail vazado pela BitMEX, a recomendação é alterar urgentemente a senha do seu e-mail, bem como alterar a senha do cadastro da BitMEX, habilitar a autenticação em dois fatores e verificar no site HaveIBeenPwned se seu e-mail já foi vítima em algum outro caso de vazamento de dados.


Fontes:

Cointelegraph - Notícia 1

Cointelegraph - Notícia 2

Livecoins

Cointimes

Guia do Bitcoin

Decrypt


Continue acompanhando semanalmente nossa coluna de notícias e esteja sintonizado com os principais acontecimentos do universo das cryptocurrencies.

0 visualização

© 2019 por Poloni.Trade