• Poloni.Trade

InformCoins - principais notícias no universo dos criptoativos | 17/11/2019 a 23/11/2019

Fazenda de 1 Gigawatt dedicado à mineração Bitcoin será construída em 2020


A desenvolvedora de datacenters estadunidense Whinstone US, Inc. se une à empresa de mineração de criptomoedas alemã, Northern Bitcoin, para construção da maior fazenda de mineração Bitcoin do mundo.

O audacioso projeto das empresas consiste em um centro de mineração de área superior a 100 acres no estado do Texas, EUA, com capacidade energética de 1 gigawatt. A construção será iniciada em 2020 e ocorrerá em três fases. A previsão das empresas é de que para o final do primeiro trimestre de 2020 a fazenda já possua capacidade de 300 megawatts, sendo finalizada no quarto trimestre do ano.

A fazenda da Whinstone US, Inc. e Northern Bitcoin, pode vir a se tornar concorrente direta da fazenda de mineração da chinesa Bitmain anunciada há poucas semanas e que possui capacidade energética inicial de 50 megawatts, com previsão de expansão para 300 megawatts.

Em comunicado à imprensa, o CEO da Northern Bitcoin, Mathis Schultz, elucida:

“Com essa fusão, estamos nos catapultando mais rápido do que o originalmente planejado para o topo do mundo na mineração de bitcoin. A equipe de Whinstone fez um ótimo trabalho nos últimos anos e está provando sua liderança na indústria de blockchain. ”


Fontes:

Decrypt

Cointelegraph

The Block Crypto


Binance adentra o território indiano


A chinesa Binance, a maior exchange do planeta, adquiriu a exchange indiana WazirX, a qual possibilita que a população de mais de 1.000.000.000 de pessoas tenha acesso à criptomoedas.

Os clientes da WazirX, conforme comunicado, poderão utilizar a moeda nacional, a rúpia indiana, para transacionar criptomoedas através do Binance Fiat Gateway a partir do dia 25 de novembro. A previsão dada pela Binance é de que no primeiro trimestre de 2020 haja integração do mecanismo peer-to-peer da WazirX à Binance Fiat Gateway permitindo ao usuários a negociação de qualquer ativo digital disponível na exchange chinesa utilizando

USDT.

A WazirX, que passou por radicais mudanças em seu modelo de negócios em 2018 com o projeto de lei indiano "Proibição de criptomoeda e regulamentação de moedas digitais oficiais", encontra na Binance uma forma de continuar a oferecer transações de criptomoedas seguras aos residentes da Índia.


Fontes:

Guia do Bitcoin

Decrypt

Cointelegraph


Tabelião de Notas de São Paulo faz primeira Ata Notarial em blockchain


No dia 14/11/2019, 2º Tabelião de Notas de São Paulo faz sua primeira Ata Notarial de Blockchain através da rede blockchain da Ethereum. A Ata Notarial em questão, lavrada pelo tabelião Anderson Henrique teve o objetivo de vincular uma assinatura de propriedade de conta na rede Ethereum a seu dono Jeff Prestes.

Conforme declaração à Assessoria de Imprensa da ANOREG/BR, o professor da PUC-SP e especialista em Blockchain Jeff Prestes afirma:

“Acredito que a ata notarial dá a garantia de que aquela assinatura digital da minha conta na rede Blockchain do Ethereum é realmente minha, podendo demonstrar em caso de questionamentos judiciais que fui eu mesmo que fiz determinada operação”.

O tabelião Anderson Henrique comenta sobre a segurança trazida pela identificação de usuários por trás de contas em Blockchain através de Ata Notarial. Para ele: “Ao fazer esta ata notarial proporcionamos uma maior segurança jurídica para a população e para o próprio Poder Público, uma vez que o tabelião detém fé pública para identificar os usuários que estão atuando, registrando contratos e arquivando documentos em blockchain”.


Fontes:

ANOREG

Cointelegraph

Cointimes

Companhia aérea alemã é pioneira na emissão de passagens aéreas registradas em blockchain


A companhia aérea alemã Hahn Air é a primeira a emitir passagens utilizando uma blockchain, conforme a empresa anunciou em 18 de novembro. Tal feito foi possível através da colaboração da empresa aérea com a plataforma descentralizada Winding Tree, a qual é direcionada ao setor de viagens.

Os primeiros passageiros a utilizar passagens reservadas através de blockchain são o chefe de engenharia de vendas da Hahn Air, Frederick Nowotny, o founder da Winding Tree, Maksim Izmaylov e o CIO da Winding Tree, Davide Montali.

Este é mais um avanço das tecnologias descentralizadas no setor de viagens e turismo no ano de 2019. Um exemplo está na parceria da empresa de viagens do Reino Unido, Alternative Airlines, com a empresa suíça Utrust para facilitação de pagamentos através de Bitcoin, Ether, Dash e o UTK, token nativo da Utrust.


Fontes:

Cointelegraph

Cointimes

Decrypt


Continue acompanhando semanalmente nossa coluna de notícias e esteja sintonizado com os principais acontecimentos do universo das cryptocurrencies.

265 visualizações

© 2019 por Poloni.Trade