• Poloni.Trade

InformCoins - principais notícias no universo dos criptoativos | 15/09/2019 a 21/09/2019

Investidor recebe 7,8 BTC por engano e devolve criptomoedas


O investidor nigeriano Keith Mali Ching recebeu por engano uma transferência de 7,8 BCT, o equivalente a mais de R$330.000,00. O homem percebeu que algo incomum havia acontecido, pois segundo declarações dele, Keith nunca havia negociado tamanho montante de criptomoedas. Assim sendo, ele decidiu buscar o verdadeiro dono das moedas.

Primeiramente divulgando em grupos do WhatsApp e depois com um tweet, o nigeriano informou o erro e, passados três dias, encontrou o verdadeiro remetente das bitcoins para devolvê-las. Keith acredita que o engano no envio dos bitcoins pode estar ligado a forma de transação de criptomoedas na África, uma vez que no continente africano 80% das transações são negociadas através de aplicativos de mensagem tal como o WhatsApp.

Fonte:

Livecoins


Malware encontrado no Linux é responsável por minerar criptomoedas de forma invisível


O sistema operacional Linux sempre foi conhecido por sua baixíssima taxa de violações expressivas de dados no sistema. Entretanto, uma equipe de especialistas da Trend Micro encontraram uma vulnerabilidade que permitiu a instalação de um malware minerador que atua de forma “invisível”.

A natureza do malware por completo ainda é incerta, mas sabe-se que ele se destaca pela forma como carrega módulos maliciosos de kernel para operar fora dos radares. O malware apelidado de Skidmap escaneia o sistema afetado antes de instalar o minerador. Ele atua de formas diferentes nas versões Debian ou RHEL / CentOS dos sistemas da Linux. Um fato que causou uma grande preocupação dos especialistas foram os componentes instalados juntamente com o malware para dificultar a detecção. Além disso, este software malicioso é bastante perigoso pois tem a capacidade de se reinstalar em máquinas que foram restauradas ou até mesmo formatadas.

Fontes:

Livecoins

Live Profit


Ambev faz parceria com startup para reciclagem de lixo utilizando blockchain


A Ambev, maior cervejaria do mundo fez uma parceria com a startup Green Mining para realizar a coleta de lixo reciclável em Brasília utilizando Blockchain. Dessa forma, todo o material coletado é registrado no Blockchain, permitindo identificar onde há maior geração de resíduos e garantindo a veracidade das informações.

A ação, cujo foco são garrafas de vidro descartadas os bares do distrito federal, é encabeçada pela Green Mining, empresa parceira da europeia Friends Of Glass, para o reaproveitamento do vidro produzido. Já existem hubs como o de Brasília em São Paulo e o objetivo da startup é expandir para outras 20 cidades brasileiras.

A parceria da Green Mining com a Ambev é parte do programa 100+Accelerator, realizado em 2018, que selecionou startups ao redor do mundo para tratar de questões de sustentabilidade relevantes para a cervejaria.

Fontes:

Blockchain Notícias

Livecoins

Portogente

Telegram trabalha em rede Blockchain própria


Recentemente a Exchange ATAIX lançou a notícia de que seria a primeira empresa a vender a criptomoeda GRAM do Telegram para investidores individuais. A ICO que alcançou o valor de investimento de US$ 1,7 bilhão no ano passado, se tornou um dos mais famosos tokens não lançados em mercado. Os tokens comprados na ATAIX poderão ser negociados após o lançamento da TON (Telegram Open Network), em uma wallet embutida diretamente na plataforma.

A TON é a nova proof-of-work do Telegram, que promete integrar pagamentos em Blockchain dentro do aplicativo de mensagens, além de realizar as transações de forma instantânea e com segurança. No início de setembro, foram liberados o código-fonte, whitepapers e guias técnicos da TON, bem como um guia para a Fift, linguagem de programação da plataforma. Os testes começaram em abril e a previsão de lançamento da plataforma é em 31 de outubro.

Fontes:

Decrypt

Livecoins


Continue acompanhando semanalmente nossa coluna de notícias e esteja sintonizado com os principais acontecimentos do universo das cryptocurrencies.

0 visualização

© 2019 por Poloni.Trade